1 – Explosão da KSN 2011d, uma supergigante vermelha

O vídeo apresenta a explosão de uma estrela supergigante vermelha que é 500 vezes maior e 20,000 vezes mais brilhante que o nosso Sol. Uma estrela é um corpo gasoso que sofre uma expansão térmica como também uma contração gravitacional. A energia da estrela vem das reações de fusão nuclear e assim formando elementos mais pesados. Portanto, em algum momento a estrela não terá mais combustível de forma que a atração gravitacional colapsará seu núcleo. A implosão da estrela a torna mais densa e quente resultando numa explosão supernova. Este fenômeno depende da massa inicial da estrela, deve ser uma estrela massiva.

A estrela KSN 2011d está a localizada a 1,2 bilhões de anos-luz e foi monitorada pela equipe internacional do astrofísico Peter Garnavich da Universidade de Notre Dame em Indiana. A luz da estrela foi capturada pelo telescópio espacial Kepler.