254 – A velocidade no trânsito

Um vídeo para enriquecer as discussões sobre a velocidade limite nas vias de alta velocidades. O vídeo explora um estudo nas vias dos EUA, entretanto, alguns conceitos podem ser transponíveis para outros países.

Prestem atenção nos gráficos! O vídeo apresenta dois gráficos. A incidência de acidentes pela velocidade e um segundo muito interessante, a incidência de acidentes pela variação em relação a velocidade média! Sendo mais perigoso estar 5 mph (milhas por hora) abaixo da média do que acima quando se trata de acidentes por mudança de faixa.

Bom estudo!

187 – Harold Eugene Edgerton – Engenharia e Fotografia

Entender o movimento pode ser uma tarefa árdua. Exige a compreensão do deslocamento no decorrer do tempo. Acompanhar o movimento ao assistir uma corrida de cem metros pode facilitar o entendimento sobre o deslocamento. Entretanto, registrar o movimento em um gráfico e depois interpretá-lo pode resultar em certa dificuldade e falsas conclusões.

Ao preparar uma aula sobre gráficos, lembrei das imagens estroboscópicas. Aquelas que são tiradas em intervalos de tempos iguais. Procurando na internet algumas imagens, deparo me com belas fotos em preto e branco que me chamam atenção. Estas fotos foram tiradas pelo engenheiro Harold Eugene Edgerton, numa época em que a fotografia estroboscópica não era ainda comercial.

O olhar sobre o movimento de maneira mais sensível, através da dança e esporte, atividades mais próximas do cotidiano das pessoas e que ativam não somente os olhares, mas outras sensações do corpo que poderão facilitar no trabalho de interpretação do movimento por meio dos gráficos. Os gráficos apresentam pontos e retas. Seus eixos fornecem grandezas como espaço, tempo e velocidade. É preciso deixar um pouco a sensatez de lado e deixar a loucura lhe permitir enxergar o movimento de uma bailarina através de pontos localizados entre duas retas perpendiculares.

Algumas belas fotos do engenheiro artista estão apresentadas abaixo. As legendas estão no final. Há um site riquíssimo sobre a história e trabalhos do engenheiro! Acesse o link: http://edgerton-digital-collections.org/galleries/iconic

edgerton-fotografia-3edgerton-fotografia-2edgerton-fotografia-1

 

Foto 1: Multiflash photograph of Harold Edgerton’s youngest son Robert running; taken in 1939 at a rate of 10 exposures a second.

Foto 2: Multiflash photograph taken in 1952: With a rapid flick of the wrist, an expert demonstrates the delicate and accurate art of fly casting, (see “Stopping Time” (1987), p. 112.)

Foto 3: The dancer Gus Solomons, in his final year at MIT, is captured by multiflash at 50 exposures per second. Solomons later established a famous dance troupe in Manhattan. (from “Stopping Time” (1987), p. 105).

 

127 – Galileu Galilei

Um pouco de vida e obra de Galileu, na matéria da Revista de História, disponível no link abaixo, escrita por Carlos Ziller Camenietzki.

Um ponto muito interessante que me chamou atenção foi o sistema policêntrico proposto por Tycho Brahe. “O Sol, a Lua e as estrelas giravam ao redor da Terra, enquanto Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno giravam ao redor do Sol.” Vamos procurar o trabalho original de Brahe?

Até então, percebo em aulas de Astronomia, a discussão e os conflitos entre os sistemas geocêntrico e heliocêntrico para explicar os movimentos aparentes dos astros. Como o sistema policêntrico foi encarado na história? Quais foram as aceitações e repulsas enfrentadas por Tycho Brahe?

Bons estudos!

http://www.revistadehistoria.com.br/secao/retrato/galileu-em-sua-orbita