360 – SOBRE O CELULAR – VOX

O celular tornou acessível diversas tarefas que há pouco tempo só eram possíveis se você sentasse em frente a um computador ou até mesmo se você saísse de casa para encarar uma fila de banco. Diversos aplicativos estão reunidos ao alcance de apenas um só dedo de sua mão. Entretanto, este amontoado de facilidades é organizado por uma arquitetura de design que aprisiona sua atenção, e quando isto acontece, o aparelho que deveria facilitar acaba atrapalhando a sua vida de maneira drástica e contínua. Surge um vício, sendo ainda mais problemático quando se trata de futilidades.

Como professor, considero que este aparelho moderno pode ser utilizado sim como ferramenta em sala de aula. Entretanto, seu uso deve ser muito bem ajustado aos propósitos da aula. Acontece que percebo a juventude, dentro de sala de aula, reféns deste aparelho. Notificações sem urgências, conversas sem necessidades, vídeos de entretenimento e memes que atraem a atenção da moçada de forma desesperadora. Surge um desejo intenso de interação com o aparelho que deve ser saciado instantaneamente, uma vontade irremediável e incontrolável. E o desejo da satisfação não cessa, pois, a quantidade de atrativos é infindável. O sintoma do vício está constatado. A direção da atenção só aponta para a tela do celular e tudo ao seu redor se torna indigno da mesma. Um novo ser deste novo século, tão frágil quanto as tecnologias queiram que sejam para se tornar consumidores compulsivos por qualquer coisa que se faça mostrar.

Gostaria de compartilhar esta nova sequência de estudos sobre as transformações no ser, causadas pelo uso do celular. E fica a pergunta que aparece no final do vídeo a seguir: “o que vale realmente a sua atenção?”

 

Anúncios

270 – O grande desafio

Um filme que retrata debates entre faculdades em um contexto de intensa perseguição aos negros. Um grupo de estudantes negros da pequena faculdade Wiley irá confrontar a tradicional Universidade de Harvard.
Além de mostrar as privações de liberdade e ataques arbitrários aos negros, o filme inspira ao debate racional. A dedicação aos estudos para um debate lógico e fundamentado. Um ótimo filme para se trabalhar dentro do ambiente escolar.

239 – Educação: projetos e valores

Um texto fenomenal para quem trabalha com projetos. Em se tratando da escola, o professor deve se precaver para que o projeto não resulte em mero trabalho operacional. Ao projeto, se atribui diversas possibilidades no processo de aprendizagem, isto é, apesar de se estipular metas e ações, é também necessário que o projeto sofra alterações no meio do caminho. Novas indagações serão criadas, novas ações a serem tomadas e, é válido também aquele risco de “não dar certo”.
O projeto se envolve com valores, cidadania, caráter, personalidade e o interesse no coletivo. É um contínuo querer ser, ou querer atingir. É importante, portanto, acreditar na ilusão que se faz, na projeção que o ser humano se faz no futuro. O projeto é um objetivo a ser conquistado, mas que se expõe a múltiplas transformações.
Entre outras análises, o texto fornece uma boa ideia para que o educador possa fornecer um ambiente mais propício para que o educando se torne protagonista do seu projeto.