384 – O ano em que meus pais saíram de férias [FILME]

Ao ler “Confesso que  perdi”, memórias de Juca Kfouri, publicado em 2017, deparo-me com uma sugestão de filme acerca do tricampeonato da seleção brasileira em 1970, “O ano em que meus pais saíram de férias”, de Cao Hamburguer. É este filme que indico e lhes disponho o trailer. O filme retrata a vida de um menino durante o exílio dos pais na ditadura militar de Emílio Garrastazu Médici, sendo deixado aos cuidados de um judeu, vizinho do seu avô já falecido, no bairro do Bom Retiro. O filme se torna belo pelo retrato antigo do bairro e pelos costumes daquela infância como o futebol de botão, contrastados pela truculência dos militares e o clima de tensão entre os jovens militantes. Futebol e política fortemente entrelaçados. Assim como parece ter sido as inúmeras conversas de Juca Kfouri com seus amigos próximos.

Juca, jornalista esportivo, conhecido por suas matérias investigativas, denuncia corrupções e ilegalidades dentro do futebol. Consequentemente, o diálogo com a política é constante em sua vida, tendo sempre como amizades pessoas imersas nessas discussões, como Sócrates, Fernando Henrique Cardoso, Lula, Zé Trajano, etc.  Suas memórias são uma grande oportunidade de aprendizado histórico da política e futebol brasileiro.